Pular para o conteúdo principal

PAELLA COM ARROZ INTEGRAL BY NATHAN BELCAVELLO E NEGRA & ESTILOSA!



Eis minha versão do famoso prato espanhol chamado Paella. A inovação aqui é ser feito com arroz integral, opção mais saudável. É uma contribuição que fiz para o canal no YouTube da Negra & Estilosa!
A seguir está descrita a saborosa receita sem maiores dificuldades para elaborar em casa mesmo.
Pegue a receita e veja como fiz no vídeo abaixo.

Ingredientes
- 1 kg de mexilhão (sururu) limpo;
- 3 xícaras de chá de arroz integral;
- 1 kg de camarão grande limpo (deixar uns 6 camarões com casca para enfeite);
- 1 kg de rodelas de polvo;
- 500 g de tentáculos de lula;
- 1 taça de vinho branco seco;
- 1 taça de vinho tinto seco (para o cozimento da lula);
- 2 ou 3 limões;
- Alho e cebola a gosto;
- Açafrão a gosto;
- Azeite de oliva extra virgem;
- Cheiro verde (cebolinha e coentro) a gosto.

Modo de preparo
Numa panela normal, tempere os tentáculos da lula com sal e cozinhe no vinho tinto seco até ficar macio.
Tempere os camarões com alho, sal e limão a gosto e reserve. Cozinhe o arroz integral separadamente com sal e açafrão a gosto numa panela a parte.
Numa panela grande de barro, coloque o azeite com a cebola picada e deixe dourar. Acrescente o alho, depois coloque o mexilhão (também conhecido como sururu) e deixe fritar durante uns 5 minutos. Quando os mexilhões estiverem com uma cor laranja viva, acrescente os tentáculos de lula, os camarões e a taça de vinho branco seco. Deixe o vinho cozinhar com os frutos do mar por mais uns 5 minutos e acrescente o arroz. Caso queira, é possível colocar um peixe que tenha uma carne mais firme, como badejo ou anchova negra, para cozinhar juntamente com os frutos do mar e o vinho branco.
Importante que os camarões sejam os últimos a serem colocados, pois se cozinham muito, ficam borrachudos!
Se achar que o arroz não está amarelinho, acrescente um pouco mais de açafrão.
Quando os ingredientes estiverem misturados, experimente o tempero, coloque o cheiro verde e os camarões com casca por cima (ainda crus) e feche a panela por não mais de 5 minutos para os camarões com casca cozinharem.
Pronto! Ótima opção para quem quer receber amigos com um prato requintado, mas sem muita dificuldade para fazer. A apresentação fica ótima!
Sirva o prato acompanhado de uma salada e um bom vinho branco de sua preferência e bom apetite!
Para saber exatamente como fazer, assista ao vídeo!

Comentários

Olha o + popular por aqui!

CHIPS DE COCO COM CACAU E CANELA BY MARTA DA ALIMENTARTE

Que tal comer coisas gostosas e sem culpa? É um sonho para, praticamente, todos, não? Pois é esta a proposta que a mais nova parceira de Receitas e Dicas – De tudo um Pouco, a coaching psiconutricional Marta faz em seu canal no YouTube Alimentarte . E para dar início a essa parceria que promete, nada como compartilhar uma deliciosa receita saudável, mas simples de fazer, de chips de coco com cacau e canela acompanhada de perto pela nossa Negra & Estilosa . É só pegar os ingredientes e assistir o vídeo a seguir! Ingredientes - 250g de coco em lascas; - Cacau em pó à gosto; - Canela em pó à gosto; e - Uma pitada de adoçante em pó eritritol ou xilitol. Modo de preparo Em uma forma grande, distribua o coco em lascas de maneira que a maior parte das lascas fiquem expostas. Jogue por cima a mistura feita com o cacau, a canela e o adoçante em pó, misturando para que todas as lascas recebam do tempero. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura baixa, por volt

VISITAMOS O RESTAURANTE HASHI NO GUARÁ I

Moramos no Guará e por aqui os restaurantes de comida chinesa, brasileira e japonesa estão em promoção. O escolhido da vez foi o Hashi Brasil. Ele fica no Guará I, na QI 7, próximo ao McDonalds do Guará. Os pratos são variados, com poucas opções de sushi. A comida chinesa conta com alguns dos principais pratos e a maioria dos pratos é de comida brasileira mesmo. O valor durante a semana por pessoa é de R$14,90 e nos finais de semana e feriados fica R$16,90 por pessoa, à vontade! Vale a pena pelo valor em si, mas se você é um amante da comidas orientais talvez não seja tão interessante. Assista ao vídeo e veja um pouco mais do que comemos por lá...